SP Demográfico

A série SP Demográfico, iniciada em 1998, procura veicular os principais indicadores demográficos do Estado de São Paulo, de suas regiões, municípios e distritos da capital, com ênfase na análise das projeções populacionais e das Estatísticas do Registro Civil, produzidas pela Fundação Seade.


BOLETIM EM PDF

Ano 22 – nº 02, Setembro de 2022 – Descontinuidade na tendência dos nascimentos anuais e dimensionamento da população infantil paulista

tema:  Nascimento

Resumo:

A população infantil é a parcela mais atingida pela tendência do componente demográfico fecundidade, que apresentou expressiva queda em suas taxas e encontra-se agora abaixo do nível de reposição, interferindo de maneira decisiva no quantitativo anual de nascimentos e no dimensionamento de menores de cinco anos. A Fundação Seade tem aprimorado a metodologia da sobrevivência dos nascidos vivos para estimar a população infantil, pois esses nascimentos dão origem às novas gerações que são incorporadas continuamente à população paulista e vão alterando progressivamente sua estrutura etária. As estimativas de menores de cinco anos, elaboradas para o período de 2010 a 2022, mostram tendência de crescimento e de decréscimo irregular e muitas vezes imprevisível para essa parcela. É nítida, para o total do Estado, a redução do contingente de 0 e 1 ano a partir de 2018, enquanto para o de 2 a 4 anos existem maiores oscilações. Para as regiões administrativas também ocorrem comportamentos distintos, assim como entre os municípios, sendo que em 64% deles houve decréscimo na população menor de cinco anos no período analisado.

 


 Outros boletins do periodo 2022